A Força Aérea procura garantir, através de equipas de defesa Nuclear Radiológica, Biológica e Quimíca do seu Centro de Treino de Sobrevivência, que após cada missão realizada no âmbito da lutra contra as doença COVID-19 as aeronaves empenhadas são desinfetadas.

Este procedimento elimina os vírus que possam estar dentro do espaço da aeronave, sendo uma estratégia essencial para a prevenção de doenças contagiosas e para a segurança das tripulações e passageiros

À semelhança do procedimendo de desinfeção do C-130H que transportou os portugueses repatriados da China para Portugal, no ínicio de fevereiro, também o C-295M que  ontem, 27 de março, transportou material de apoio médico para o Funchal (Madeira) foi desinfetado.

Fonte: Emfa.pt

Fotografia: Emfa.pt

(Visited 3 times, 1 visits today)