AERÓDROMO DE MANOBRA N.º 1 DISPONIBILIZA CAMAS E COLCHÕES À PROTEÇÃO CIVIL DE OVAR E ESPINHO

O Aeródromo de Manobra N.º 1, localizado em Maceda – Ovar, já disponibilizou 140 camas e 80 colchões à Proteção Civil de Ovar e 50 camas e 50 colchões à Proteção Civil de Espinho.  Muitas das camas cedidas estão num lar de idosos da Santa Casa da Misericórdia e outras no hospital de campanha que está a ser instalado no Pavilhão Arena, em Ovar.  Esta medida, realizada no âmbito da luta contra a COVID-19, pretende Leia mais…

ESQUADRA 504 – “LINCES” TRANSPORTA TRÊS DOENTES DE URGÊNCIA

Uma aeronave Falcon 50, da Força Aérea Portuguesa, descolou na manhã desta quarta-feira do Funchal, na Madeira, para o Continente para transportar uma adolescente de 14 anos que necessitava de assistência médica urgente. À chegada a Lisboa, pelas 13H25, a doente foi encaminhada para uma Unidade Hospitalar. A Esquadra 504 – “Linces” foi novamente ativada para mais um transporte de dois pacientes da Madeira, um do Funchal e outro de Porto Santo, para o Continente.  Leia mais…

DESTACAMENTO AÉREO DOS AÇORES EFETUOU MAIS DUAS EVACUAÇÕES MÉDICAS INTER ILHAS NESTA QUARTA-FEIRA

Descolou da Base Aérea Nº4, pelas 14H45 desta quarta-feira, uma aeronave EH-101 da Esquadra 751 Pumas para efetuar o transporte de dois pacientes, de Santa Maria para o Hospital de São Miguel. O helicóptero aterrou em Santa Maria pelas 16H15 e após a recolha dos doentes rumou a São Miguel, onde aterrou pelas 17H05. Os pacientes foram encaminhados de ambulância para o Hospital do Divino Espírito santo, em Ponta Delgada. No regresso à Base Aérea Leia mais…

COVID -19 – A FORÇA AÉREA ADOTA NOVOS PROCEDIMENTOS NA BASE AÉREA N.º 4

A Força Aérea controla a temperatura, durante o desembarque, de todos os tripulantes e passageiros das aeronaves que aterrem na Base Aérea Nº4. Esta medida, inserida nos procedimentos e planos de contingência, consentâneos com a evolução da pandemia COVID-19, tem como finalidade preservar a segurança e a proteção dos militares e civis da BA4, bem como da saúde pública. Deste modo e mantendo um elevado estado de prontidão, o Comando da Zona Aérea dos Açores Leia mais…

ACADEMIA DA FORÇA AÉREA PRODUZ 1000 VISEIRAS EM IMPRESSORAS 3D

A Academia da Força Aérea está a utilizar as impressoras 3D, normalmente usadas para produzir peças para teses de Mestrado, para imprimir viseiras para proteção como medida de combate à COVID-19. Desde o dia 30 de março já foram produzidas 100 peças, 50 por dia, sendo esse o objetivo diário a atingir até serem completadas 1000 unidades. Os modelos foram desenvolvidos pelo Movimento Maker, pela empresa portuguesa 3DWays e pelo maker Hanoch Hemmerich.  Depois de Leia mais…