O Museu do Ar assinala hoje, dia 21 de fevereiro, 53 anos de existência. A sua origem remonta a 1968, quando foi assinado o decreto-lei que permitiu criar o primeiro museu dedicado à aviação em Portugal. Três anos mais tarde, o Museu do Ar abriu portas ao público em Alverca.

Com o passar dos anos, o espaço revelou-se pequeno para expor o acervo aeronáutico, tendo-se decidido criar e inaugurar, em 2009, o Museu do Ar, em Sintra, que é hoje a sede principal.

O Museu do Ar, situado na Granja do Marquês, Sintra, reúne a história da aviação portuguesa, militar e civil, com peças únicas que documentam as épocas da Aeronáutica Militar, Aviação Naval e da Força Aérea, além de espólios da TAP – Transportes Aéreos Portugueses e ANA – Aeroportos de Portugal.

A sua importância histórico-cultural foi reconhecida, em 2013, pela Associação Portuguesa da Museologia com a atribuição do galardão de “Melhor Museu do Ano”.

Hoje, o Museu do Ar continua a cumprir com o “dever da memória”, conservando, restaurando e expondo o espólio aeronáutico nacional em três pontos dos país: Sintra, junto à Base Aérea N.º 1, em Alverca, junto ao Depósito Geral de Material da Força Aérea, e em Ovar, no Aeródromo de Manobra N.º 1.

Veja o vídeo para conhecer como o Museu do Ar documenta e lhe apresenta a grande aventura do Homem, Voar.

Fonte: Emfa.pt

Fotografia: Emfa.pt

(Visited 3 times, 1 visits today)

0 comentário

Deixe uma resposta