A Força Aérea realizou, no dia 4 de agosto, no Aeródromo da Lousã, a apresentação dos novos Sistemas de Aeronaves Não Tripuladas (UAS) adquiridos ao abrigo da Resolução de Conselho de Ministros N.º 38-A/2020, publicada a 18 de maio de 2020.

Estes sistemas permitem uma maior persistência temporal e cobertura geográfica das zonas de risco, sendo particularmente úteis no período noturno para o acompanhamento da evolução de incêndios ativos, no âmbito do Dispositivo Especial de Combate a Incêndios Rurais (DECIR) em Portugal.

Nesta apresentação, o Chefe do Estado-Maior da Força Aérea, General Joaquim Borrego, deu as boas-vindas ao Ministro da Defesa Nacional, João Gomes Cravinho, ao Ministro do Ambiente e da Ação Climática, João Fernandes, ao Presidente da Câmara Municipal da Lousã, Luís Antunes, à Secretária de Estado da Administração Interna, Patrícia Gaspar, ao Secretário-Geral do MAI, Marcelo Carvalho, ao Adjunto para o Planeamento e Coordenação do EMGFA, Vice-Almirante Gouveia e Melo, ao 2.º Comandante Aéreo, Major-General Matos Branco, ao Subchefe do Estado-Maior do CCOM, Contra-Almirante Nobre de Sousa e ao Comandante Operacional Nacional da ANEPC, Brigadeiro-General Duarte da Costa.

O emprego operacional destes UAS será realizado em coordenação com a Guarda Nacional Republicana e a Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC).

Saiba mais sobre esta nova capacidade de vigilância aérea (UAS Classe 1 DECIR2020).

Fonte: Emfa.pt

Fotografia: Emfa.pt

(Visited 34 times, 1 visits today)