Ontem, o Centro de Coordenação de Busca e Salvamento das Lajes em articulação com o Centro de Coordenação de Busca e Salvamento Marítimo de Ponta Delgada (MRCC Delgada), coordenou, desde as 15h34, o resgate de um tripulante masculino de 80 anos, de nacionalidade portuguesa, que se encontrava a bordo da embarcação de pesca “Ilha Amarela”, de bandeira portuguesa, a navegar a cerca de 34 milhas náuticas (63 quilómetros) da Ilha de Santa Maria.

O tripulante apresentava uma amputação de 3 dedos da mão direita, a necessitar de cuidados médicos imediatos. O resgate foi efetuado pela aeronave EH101 da Força Aérea Portuguesa (FAP), que transportou o paciente para o aeroporto João Paulo II, na Ilha de São Miguel, onde aterrou às 18h10. O paciente foi posteriormente transferido para o Hospital do Divino Espírito Santo, na ilha de São Miguel.

No mesmo dia, A Marinha, através do Centro de Coordenação de Busca e Salvamento Marítimo de Ponta Delgada (MRCC Delgada), recebeu pelas 14h05 (horas locais) o alerta do veleiro “MATROOS” de bandeira do Reino Unido, com um tripulante masculino, britânico de 33 anos, à deriva a cerca de 36 milhas náuticas (67 quilómetros) a oeste da ilha do Faial, com o leme danificado e danos estruturais na embarcação face ao embate numa baleia, tendo sido necessário proceder ao abandono da embarcação.

O NRP Setúbal foi empenhado de imediato, bem como, foi contactado o veleiro “AQUALUNA” que se encontrava a cerca de 12 milhas náuticas (22 quilómetros) da posição do incidente, o qual viria a resgatar o tripulante às 16h42 e prosseguiu para o porto da Horta, ilha do Faial.

Fonte: RCC Lajes

Fotografia: Emfa.pt

(Visited 20 times, 1 visits today)