Uma aeronave P-3C CUP+ e 30 militares da esquadra 601 – “Lobos”, que estiveram destacados durante 3 meses, na Base Aérea de Sigonella, em Itália, a participar em missões de vigilância marítima, regressaram no dia 30 de outubro a Portugal.

Durante este período, integraram a Operação Sophia, no âmbito da União Europeia, e a Operação Sea Guardian, no âmbito da NATO. As operações tinham como objetivo o patrulhamento do mar mediterrâneo, sendo que o principal foco da Operação Sophia foi o auxílio ao combate à imigração ilegal.

O destacamento português realizou 40 missões operacionais e mais de 300 horas de voo.

Fonte:emfa.pt

Fotografia: emfa.pt

(Visited 7 times, 1 visits today)