O presidente do Governo Regional dos Açores admitiu hoje, na Assembleia da República, que ficaria satisfeito com o reforço dos fundos comunitários do próximo programa 2030, mas considerou positivo se não se verificarem os cortes anunciados pelas instituições europeias. “Satisfeito, satisfeito, o que eu fico é com o reforço dos fundos para os Açores, como […]
Source: www.acores24horas.pt